A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM), órgão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, foi criada em janeiro de 2005 e seu edifício – o Complexo Brasiliana USP, integrado ainda pelo Instituto de Estudos Brasileiros (IEB), Livraria da Edusp e Auditório István Jancsó – foi inaugurado em março de 2013. Nela se abriga a brasiliana reunida ao longo de 80 anos pelo bibliófilo José Mindlin, cuja doação à Universidade de São Paulo foi realizada por ele e sua esposa Guita, e consolidada por seus filhos.

Com seu expressivo conjunto de livros e manuscritos, a BBM é considerada a mais importante coleção do gênero formada por um particular. São aproximadamente 30 mil títulos: obras da literatura brasileira, relatos de viajantes, manuscritos históricos e literários (originais e provas tipográficas), periódicos, livros científicos e didáticos, iconografia (estampas e álbuns ilustrados), livros de artes e livros de artistas (gravuras). Parte do acervo doado pertencia ao bibliófilo Rubens Borba de Moraes, e foi incorporada a coleção à qual foi legada em testamento. Trata-se de uma biblioteca cuja notória brasiliana tornou-se conhecida no país e no exterior como uma coleção única, obra de uma vida de dedicação à cultura brasileira e suas manifestações.

Para acessar Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, clique aqui.

Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM)

Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM)

O acervo da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin integra o Banco de Dados Bibliográficos da USP (Dedalus) e o Portal de Busca Integrado do SIBi. Os usuários que desejarem ter acesso a algum item do acervo podem realizar sua consulta na “Sala de Consulta Rubens Borba de Moraes”, para a qual todas as informações estão dadas no site da BBM (www.bbm.usp.br). Existe ainda o Acervo Digital – resultado do trabalho realizado pelo Laboratório de Digitalização da Biblioteca –, igualmente disponível no referido site no qual o usuário pode pesquisar, visualizar e fazer o download de mais de 3.000 títulos do acervo que, assim, permanece à disposição de toda a comunidade, de maneira democrática e universal.

A BBM também conta ainda com o Laboratório de Conservação Preventiva Guita Mindlin (LAGUIM), responsável por continuar o importante trabalho de conservação e preservação dos livros realizado por Guita Mindlin. E com espaços para realização de exposições e mostras temporárias.

Por Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária

Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin
  • Diretor Carlos Alberto de Moura Ribeiro Zeron
  • Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin
  • Rua da Biblioteca, s/n
  • São Paulo - SP
  • CEP: 05508-050
  • tel.: (11) 2648-0310
  • bbm@usp.br
  • http://bbm.usp.br/