Campanha Viva a Consciência oferece programação cultural gratuita em diversas cidades de SP

Atividades marcam a Semana da Consciência Negra e são promovidas em conjunto pela USP e Faculdade Zumbi dos Palmares

A USP, em parceria com a Faculdade Zumbi dos Palmares, promove de 18 a 21 de novembro, a campanha Viva a Consciência, que compõe a Semana da Consciência Negra com ações integradas de educação em direitos humanos. A programação é gratuita e ocorre nas cidades de São Paulo, Ribeirão Preto, Piracicaba e São Carlos incluindo debates, filmes, exposições, dança, teatro e música.

Promovida pelo Programa USP Diversidade, a campanha propõe a integração de ações da Universidade para o fortalecimento do respeito à diversidade, conforme afirma a coordenadora do programa, professora Ana Paula Morais Fernandes: “Uma programação integrada como essa ganha efetividade para contribuir na formação cidadã do universitário como agente transformador e como futuro formulador de políticas públicas”. A professora ressalta, ainda, o papel da USP na valorização da diversidade: “Essa é mais uma ação que revela e fortalece o compromisso de responsabilidade social da USP e dá visibilidade às boas práticas comuns à academia”. Já a pró-reitora de cultura e extensão universitária da USP, professora Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, destaca o papel que a universidade pública deve ter junto à sociedade e lembra que “o Programa USP Diversidade é um dos que integram o conjunto de programas denominados USP-Comunidade e que atuam ampliando e aprofundando o diálogo com a sociedade fora dos muros da USP”.

O professor José Vicente, reitor da Faculdade Zumbi dos Palmares celebra a grande participação  da sociedade: “Estes eventos fazem parte de uma mobilização que está ocorrendo em todo o Brasil e que envolve mais de cem parceiros em uma grandiosa intervenção artística, cultural, esportiva, literária e empresarial pela valorização, fortalecimento e defesa da diversidade racial que nos define, nos fortalece e nos enriquece”.


Programação:

São Paulo

No dia 20 de novembro, às 15h30, no Estádio do Pacaembu, o Grupo Tendal do CORALUSP apresenta Estação Tendal: 20 anos de um CORALUSP espalhado por toda São Paulo, projeto que celebra os 20 anos do grupo, recriando o repertório dos 13 projetos já apresentados ao longo de sua existência.

Em 21 de novembro, às 19h, o Teatro da USP (TUSP) apresenta um panorama das ações e práticas que o grupo de capoeira Guerreiros de Senzala desenvolve desde 1997. Com a participação do Núcleo de Extensão e Cultura em Artes Afro-brasileiras, além de capoeira, haverá samba de roda, percussão e aula aberta de danças afro-brasileiras com o público.

No mesmo dia, o CINUSP Paulo Emílio exibe uma sessão especial do filme XIME (Guiné-Bissau, 1994), também às 19h. O longa-metragem, dirigido por Sana Na N’Hada, retrata os conflitos de valores em uma aldeia.

A Escola de Comunicações e Artes (ECA) será palco de uma aula-debate sobre as questões de gênero e interseccionalidade (dia 21, às 19h) e de discussões sobre a incorporação efetiva das cotas na universidade (dia 22, às 17h30).

Piracicaba

No dia 21 de novembro, às 20h, será apresentado o espetáculo Viva a Consciência – Vozes da ESALQ em Sintonia, no Salão Nobre da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz (ESALQ). No evento, os grupos corais da faculdade trarão um repertório de músicas africanas e brasileiras com influência afro.

Ribeirão Preto

Nos dias 19 e 21 de novembro, às 19h, a Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) promove a atividade Cinema e negritude, com exibições de filmes que problematizam questões raciais seguidas de debate. Na segunda-feira, ocorre a projeção de Felicidade por um fio (Estados Unidos, 2018). Na quarta-feira, será exibido Maculelê (Brasil, 2018).

Também no dia 21, na EERP, às 10h, acontece a mesa redonda Racismo institucional, cultura e religiões afro-brasileiras: costurando pesquisas e intervenções no campo da saúde, onde serão discutidos aspectos relacionados à pesquisa e à intervenção sobre as religiosidades de matriz africana, a capoeira e a saúde da população negra.

No dia 20, às 20h30, a Orquestra de Alunos do Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) apresenta concerto com obras de compositores e poetas negros e mulatos, no Theatro Pedro II.

Ainda no dia 20, às 16h, acontece a Roda de Conversa Cotas, colorismo e comissões de verificação, discutindo as cotas raciais. O assunto será também tratado em exibições de filmes sobre o tema nos dias 20 (sessões às 12h, 16h e 18h) e 21 (16h) na própria FFCLRP e na Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFRP).

Entre os dias 19 e 21, a FCFRP exibe ainda uma exposição de banners virtuais com imagens relacionados ao tema da diversidade.

São Carlos

A cidade recebe, no dia 21 às 20h30, a mesma apresentação feita em Ribeirão Preto pela Orquestra de Alunos do Departamento de Música da FFCLRP, promovendo um concerto com obras de compositores e poetas negros e mulatos, no Auditório Florestan Fernandes da UFSCar.


Serviço:

As informações mais detalhadas, endereços e horários podem ser obtidas nos sites das unidades:

São Paulo

TUSP: usp.br/tusp
CINUSP Paulo Emílio: usp.br/cinusp
CORALUSP: coralusp.prceu.usp.br
Escola de Comunicações e Artes: eca.usp.br

Piracicaba

Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiróz: esalq.usp.br

Ribeirão Preto

Seção de Atividades Culturais: ccrp.usp.br/cultura
Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto: eerp.usp.br
Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto: fcfrp.usp.br
Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto: ffclrp.usp.br

São Carlos

USP Filarmônica: http://sites.ffclrp.usp.br/uspfilarmonica

 

Além das atividades integrantes da
Semana Viva a Consciência, outras ações
acontecem na USP em outras datas:

13 a 21/11: Faculdade de Odontologia de Bauru
Personalidades negras: Exposição de fotos de personalidades negras nacionais e internacionais
Das 8h às 18h, no Hall de Entrada

13/11: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
II Seminário “A cidade e a sujeição social”
Seminário anual desenvolvido pelo LabRaça da FAUUSP com a participação de professores convidados como Brodwyn Fischer, da Universidade de Chicago, e Inaiá Moreira de Carvalho, da UFBA, entre outros.
Das 9h às 18h na sala 807 da FAU-USP (Rua do Lago 876)

14/11: Museu de Arte Contemporânea (MAC-USP)
Palestra “A representação da mulher negra” nas obras do Acervo do MAC USP”. Com ênfase na obra “A Negra” da artista Tarsila do Amaral, a palestra será ministrada por Alecsandra Matias de Oliveira, doutora em Artes Visuais pela ECA USP;  e pós doutoura em Artes pela UNESP.
14h no MAC-USP (Av. Pedro Álvares Cabral, 1301 – Ibirapuera)

24/11: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto
O iTeam USP-RP promove visita à ONG Seara do Amor, em que são realizadas atividades de ensino e entretenimento entre as crianças e os adolescentes frequentadores da ONG, os membros do iTeam USP-RP e os intercambiários presentes na USP-RP durante o período.
Na parte da manhã: das 9h às 11h;
Na parte da tarde: das 15h às 17h.
Rua Antônio Gual, 311, Sumarezinho, Ribeirão Preto – SP

Por Comunicação Institucional - PRCEU

Viva a Consciência - Semana da Consciência Negra