Coral da USP e o bloco afro Ilú Obá De Min se apresentam gratuitamente em São Paulo

A parceria entre o CoralUSP e Ilú Oba De Min traz projeto especial de música com apresentações gratuitas e celebra, nas ruas, o feminino e a cultura afro-brasileira.

O próximo dia 21 de maio, às 12h, marca o início da parceria entre o CoralUSP e o bloco afro Ilú Oba De Min com a primeira apresentação especial de música que mescla a força da percussão com a dança e o canto coral. O projeto colaborativo celebra o feminino e a cultura afro-brasileira e traz outras duas apresentações na cidade de São Paulo nos dias 05 e 12 de junho. A abertura ocorre na Praça do Relógio, na Cidade Universitária. Todas as apresentações são gratuitas.

O bloco Ilú Oba de Min, que em tradução livre do Iorubá significa “Mãos femininas que tocam tambor para Xangô”, é composto exclusivamente por mulheres. Nessa parceria, o CoralUSP traz cerca de 200 cantoras de todas as idades, ensaiadas por regentes e professores, para dar voz ao coro orquestrado pelas percussionistas. O projeto busca levar, através da música e da presença feminina, uma mensagem de esperança e tolerância com a diversidade.

CoralUSP & Ilú Obá de Min
Direção | Beth Amin e Beth Beli
Produção | Lu Gallo

O CoralUSP
Criado em 1967, o CoralUSP, órgão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, é, hoje, composto por 13 grupos e três oficinas corais, sediados nos bairros do Butantã (Cidade Universitária), Centro ( Faculdade de Direito do Largo São Francisco), Bela Vista (Centro de Preservação Cultural – Casa de Dona Yayá – CPC-USP), Vila Buarque (Biblioteca Infanto-juvenil Monteiro Lobato) e na Lapa (Tendal da Lapa), sob a condução artística de sete regentes corais, congregando aproximadamente 560 cantores. O CoralUSP oferece a todos os cantores um programa de orientação didática em técnica-vocal e estruturação musical. Cada um dos doze grupos opta por um ou vários estilos musicais em seu repertório. Rock, música popular brasileira, black music, música erudita, jazz e soul são alguns dos estilos escolhidos.

Com cinco premiações APCA – Associação Paulista dos Críticos de Arte –, o CoralUSP apresenta-se para públicos variados no país e no exterior e já esteve presente na Europa, África, EUA e Argentina.

Na direção desse projeto está a Professora de técnica vocal Beth Amin e na preparação das cantoras os regentes Márcia Hentschel, Paula Christina Monteiro e Mauro Aulicino.

O Ilú Obá De Min
O Bloco Afro Ilú Oba De Min é um bloco composto exclusivamente por mulheres e desde 2005 sai às ruas de São Paulo celebrando a cultura afro-brasileira e destacando a participação das mulheres no mundo. O bloco é apenas um dos projetos da entidade feminina sem fins lucrativos “Ilú Obá de Min – Educação Cultura e Arte Negra”. O objetivo da entidade é preservar e divulgar a cultura negra no Brasil mantendo diálogo cultural constante com o continente africano. Além de abrir novos espaços de maneira lúdica visando o fortalecimento individual e coletivo das mulheres na sociedade.

Serviço
CoralUSP & Ilú Oba De Min
Apresentações
21.05, sábado – 12h
Onde | Centro de Difusão Cultural, Cidade Universitária – Butantã, SP.
Rua Prof. Lúcio Martins Rodrigues, s/n.

05.06, domingo – 14h
Onde | Praça dos Arcos, Av. Paulista – São Paulo, SP.

12.06, domingo – 14h
Onde | Vale do Anhangabaú – São Paulo, SP.

Para mais informações entre em contato pelo e-mail coralusp@usp.br ou pelos telefones (11) 3091-3930, (11) 2648-0815 ou (11)2648-0848 ou acesse www.coralusp.prceu.usp.br

Por Comunicação Institucional - PRCEU

Coral da USP e o bloco afro Ilú Obá De Min se apresentam gratuitamente em São Paulo