Cultura caiçara e sua preservação em evento gratuito no Engenho dos Erasmos

O Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos realiza no dia 24 de março, sábado, às 15h, evento gratuito sobre a cultura caiçara e a criação da Estação Ecológica da Jureia.

No encontro Saberes e Quereres Caiçaras – Cultura, Identidade e Território, além de conhecer histórias e lendas típicas da cultura caiçara, o público vai saber mais sobre os bastidores, os avanços e os retrocessos da luta que envolveu a criação e a manutenção da Estação Ecológica.

O convidado que irá conversar com o público é Dauro Marcos do Prado, representante caiçara na Comissão Nacional de Povos e Comunidades Tradicionais e fundador da União dos Moradores da Juréia.

As inscrições devem ser realizadas pelo site do evento.

Sobre o convidado: 

Dauro Marcos do Prado nasceu em Iguape (SP). Filho de caiçaras, agricultores e pescadores, cresceu entre histórias ao redor da fogueira, mutirão e fandango, sempre na região da Jureia. Hoje, além de agricultor, Dauro do Prado é líder comunitário, representante caiçara na Comissão Nacional de Povos e Comunidades Tradicionais e fundador da União dos Moradores da Juréia. Sua atuação por mudanças na lei circunscrita à região onde mora está baseada no fato de que a criação da Estação Ecológica da Jureia impede atividade de extração, roça ou caça, comuns ao modo de vida dos antigos moradores, provocando a saída de famílias.

 

Por Comunicação Institucional - PRCEU

Saberes e Quereres Caiçaras – Cultura, Identidade e Território