Exposição conecta álbuns de viajantes do século XIX com arte contemporânea

Mostra São Queiroz: Litografia e Enigma dá acesso gratuito a obras inéditas da artista luso-brasileira São Queiroz e à coleção rara da biblioteca Brasiliana

A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin da USP (BBM) recebe,  a partir de 17 de janeiro, a exposição São Queiroz: Litografia e Enigma. Inédita, a mostra pretende traçar um breve painel da utilização da litografia ao longo da história do Brasil, destacando particularmente o seu uso na arte contemporânea, como um meio de expressão autônomo e ainda instigante ao olhar.

“As brasilianas são coleções que tem como tema especificamente o Brasil, seja em forma de livros, desenhos, artes etc. Nesta exposição selecionamos os álbuns dos viajantes que estiveram no Brasil no século XIX. Ver esse material era uma forma de viajar sem sair do lugar. Um outro jeito de conhecer o novo mundo”, relata Luiz Armando Bagolin, filósofo, docente e pesquisador do Instituto de Estudos Brasileiros da USP (IEB),  que também assina a curadoria da exposição.

Esses compilados eram ilustrados com desenhos e gravuras em litografia, uma técnica de impressão que consiste em fazer a imagem em uma superfície de uma pedra calcária, que, depois de ser tratada quimicamente, recebe a tinta que vai reproduzir várias imagens ou textos.  

A exposição São Queiroz: Litografia e Enigma é uma mostra individual com cerca de 40 litografias e monotipias, nunca antes disponíveis ao público, de trabalhos recentes da artista luso-brasileira São Queiroz, desenvolvida de modo a se relacionar com algumas obras raras e especiais pertencentes ao acervo fixo da biblioteca.

O campo de atuação da artista, que descobriu a arte na infância, é um espaço afetivo, de recepção e de registro das memórias recolhidas a partir das inúmeras viagens que tem feito pelo mundo e que mantém como parte de seu processo criativo, porquanto é das experiências deste nomadismo que a sua produção se origina e nutre. “Neste sentido, São Queiroz seria hoje o que os historiadores da arte do século 20 nomearam para alguns artistas do século 19: uma “artista viajante””, destaca Bagolin.

Para a mostra, foram escolhidos livros raros e álbuns nos quais a litografia foi a principal técnica de impressão para a realização de obras com imagens sobre o Brasil ou a América, fundamentais para a compreensão de nossa história.

Estarão presentes itens tais como Journal of a Voyage to Brazil, and residence there, during parto of the years 1821, 1822, 1823 (Ed. 1824) de Maria Graham, preceptora dos filhos de D. Pedro I; Views in South America, from original drawings made in Brazil, the river Plate, the Paraná, & c., de William Gore Ouseley; o Reise in Brasilien (Ed. 1823 a 1831) de Johan B. Spix e Carl F.P. Von Martius; e destes mesmos autores, o incrível Flora Brasiliensis..(Ed entre 1840 e 1906),  obra que, em sua íntegra, possui 40 volumes e 6246 litografias.

A exposição contará ainda com exemplares de importantes trabalhos de poetas brasileiros ilustrados com litografias, como Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade.

“A própria montagem da mostra envolve a ideia de várias lâminas e camadas que remetem às fases do trabalho da litografia. O objetivo é demonstrar como as [coleções] brasilianas não estão fechadas, ou seja, a arte contemporânea pode agregar, e elas podem ser atualizadas”, afirma o curador Bagolin.

A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin é um órgão da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP (PRCEU). Foi inaugurada em 2013 para abrigar e integrar a coleção brasiliana reunida ao longo de mais de oitenta anos pelo bibliófilo José Mindlin e sua esposa Guita. Com o seu expressivo conjunto de livros e manuscritos, a brasiliana reunida é considerada a mais importante coleção do gênero formada por particulares.

Serviço

SÃO QUEIROZ: LITOGRAFIA E ENIGMA

Onde | Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin da USP – Sala Multiuso
Endereço: Rua da Biblioteca, 21, Espaço Brasiliana, Cidade Universitária, São Paulo-SP
Tel: (11) 2648-0310

Abertura e vernissage | 17 de janeiro de 2019, das 18 às 20 horas.
Visitação | De 18/01 a 28/02/2019, das 8h30 às 18h30, de segunda à sexta-feira

Entrada gratuita
O local possui acessibilidade para cadeirantes.

Mais Informações
www.bbm.usp.br
www.saoqueiroz.com.br

 

Lista das principais obras expostas:

M1v 0045 – frontispicio.

GRAHAM, Maria (Dundas) – Journal of a voyage to Brazil, and residence there, during part of the years 1821, 1822, 1823. By Maria Graham […]. London: Printed for Longman, Hurst, Rees, Orme, Brown, and Green, 1824. vi, 335p. (27,2 x 21,8 cm)

M1h 00013 – pag. 346

HENDERSON, James – A history of the Brazil; comprising its geography, commerce, colonization, aboriginal inhabitants, &c. &c. &c. By […] recently from South America. Illustrated with twenty-eight plates and two maps. London: Printed for the author and published by Longman, Hurst, Rees, Orme, and Brown, 1821. xxiii, 522p, 1p.s.n. (29,3 x 23 cm)

S3d 0001 – Rio de Janeiro

LAPLACE – Voyage autour du monde par les mers le l’Inde et de Chine exécuté sur la corvette de l’État La Favorite pendant les années 1830, 1831 et 1832 sous le commandement de M. Laplace capitaine de frégaté; publié par ordre de M. Le Vice-Amiral Comte de Rigny Ministre de la Marine et des Colonies. Paris: Imprimerie Royale; Arthus Bertrand, MDCCXXXIII-MDCCCXXXIX [1833-1839]. 6v. (23,4 x 15 cm e 49 x 32,5 cm)

S 10 b

MAXIMILIAN, Príncipe de Wied-Neuwied – Reise nach Brasilien en den Jahren 1815 bis 1817 von Maximilian Prinz zu Wied-Neuwied. Mit zwei und zwanzig Kupfern, neunzehn Vignetten und drei Karten. Frankfurt a.M.: Gedruckt und verlegt bei Heinrich Ludwig Bronner, 1820-1821. 2v. [mais atlas:] Kupfer und Karten zum 1-2ten Band der Reise Sr Durchl. des Prinzen Maximilian von Neuwied nach Brasilien in den Jahren 1815 bis 1817. […] (37 x 29 cm (v.1-2) e atlas: 53,5 x 43,5 cm)

M1v 1318 – volume 13 – pagina 121

SPIX, Johann Baptist von; MARTIUS, Carl Friedrich Philip von – Reise in Brasilien aus Besehl Sr. Majestät Maximilian Joseph I. Kõnigs von Baiern in den Jahren 1817 bis 1820 gemacht und beschrieben von Dr. Joh. Bapt. von Spix , Ritter des K. baier. Civil-Verdienstordens […], und Dr. Carl Friedr. Phil. von Martius […]. München: Gedruckt bei M. Lindauer, 1823-1828-1831. 3v. (37 x 28,8 cm)

M1h 01171 – depos da página 208

TAUNAY, Hippolyte; DENIS, Jean Ferdinand – Le Brésil, ou, histoire, moeurs, usages et coutumes des habitans de ce royaume; par M. Hippolyte Taunay, correspondant du Muséum d’histoire naturelle de Paris, et M. Ferdinand Denis, Membre de l’Athénée des sciences, lettres et arts de Paris. Ouvrage orné de nombreuses gravures d’après les dessins faits dans le pays par M.H. Taunay. Paris: de L’Imprimerie de Pillet Ainé, 1822. 6v. (14 x 8,8 cm)

M27f – volume 6 – Prancha 291

LA CARICATURE. Journal Fondé et dirigé par Ch. Philipon. Paris: Chez Aubert, au grand Magasin de Caricatures et Nouveautés lithographiques,1830-1835.10 vol. (33,5 x 25,5 cm)

S1b vol. 1 – 9ª prancha

MARTIUS, Carl Friedrich Philipp von – Flora Brasiliensis. Enumeratio plantarum in Brasilia Hactenus detectarum quas suis aliorumque botanicorum studiis descriptas et methodo naturali digestas partim icone illustratas edideterunt Carolus Fridericus Philippus de Martius […]. Monachii. MDCCCXL-MDCCCCVI. Monachii et Lipsiae Apud R. Oldenbourg in comm. 1840-1906. 40v. (50 x 32 cm)

S9b

MIKAN, Johann Christian – Delectus Florae et Faunae Brasiliensis Jussu et auspiciis Francisci I. Austriae Imperatoris investigatae. Auctore J. C. Mikan, M. D Botanices in Universitate Pragensi professore. [1ª ed.]. [Vienna:] Vindobonee, Sumtibus Auctoris, Typis Antonni Strauss, 1820. 23fl.s.n. (53,5 x 37 cm)

S11b

BUVELOT, L.; MOREAU, Auguste – Rio de Janeiro Pitoresco. Rio de Janeiro: Lithographia de Haton e Rensburg, 1842. s.p. (29 x 43,5 cm)

M1h 00692 – Lagoa Rodrifo de Freitas

CHAMBERLAIN – Views and costumes of the city and neighbourhood of Rio de Janeiro, Brazil, from drawings taken by Lieutenant Chamberlain, Royal Artillery, During the years 1819 and 1820, with descriptive explanations. London: Printed for Thomas M’Lean, 1822. s.p. (35,5 x 25,5 cm)

S4d 0002 – Prancha 8

DEBRET, Jean Baptiste – Voyage pittoresque et historique au Brésil; ou, Séjour d’un Artiste Français au Brésil, depuis 1816 jusqu’en 1831 inclusivement, Epoques de l’Avènement et de l’Abdication de S.M.D. Pedro 1er., Fondateur de l’Empire brésilien. Dedié à l’Academie des Beaux-Arts de l’Institut de France, par J.B. Debret premier peintre […]. Paris: Firmin Didot Frères Imprimeurs de L’Institut de France, MDCCCXXXIV-MDCCCXXXIX [1834-1839]. 3v. (55 x 36,5 cm)

S7b 0001

OUSELEY, William Gore – Views in South America, from original drawings made in Brazil, the river Plate, the Paraná, &c. By William Gore Ouseley Esqr late Her Majesty’s Minister Plenipotentiary to the States of La Plata and formerly Chargé d’Affaires at the Court of Brazil. London: Thomas McLean, s.d. 1fl.s.n. (55 x 39 cm)

S11b – gravura LA PULPERÍA

PALLIÈRE, A.J. – Album Palliere escenas americanas Reduccion de Cuadros, aquarelles y bosquejos. Buenos Ayres: En venta en la casa de los Sres. Fusoni Hnos., [s.d., s.p.] (30,5 x 17,5 cm)

S22c 6

ALIGHIERI, Dante – 6 cantos do Paraíso. Tradução de Haroldo de Campos, ilustrados com 10 litografias originais de João Câmara Filho. Rio de Janeiro: Fontana, 1976. 67p. (47,5 x 33,5)

S24b 0036 e 0037

ANDRADE, Carlos Drummond de – Amor sinal estranho. Antologia poética. Litografia de Enrico Bianco. Rio de Janeiro: Lithos Edições de Arte, 1984. 57p., 4p.s.n. (50 x 34,2 cm)

S22b

BANDEIRA, Manuel – A Morte. São Sebastião do Rio de Janeiro, Antônio Grosso, André Wil Lième, 8 de abril de 1965. 15p. duplas. (42 x 28,2 cm)

M2l 02764

CAMÕES, Luís Vaz de – A Ilha dos Amores. Texto dos Lusíadas de Luiz de Camões, litografias e aquarelas originais de Cícero Dias. Lisboa: Editoral Ática, julho de 1944. 16 fl.s.n., 5 gravuras. (26,5 x 20 cm)

Por Comunicação Institucional - PRCEU

SÃO QUEIROZ: LITOGRAFIA E ENIGMA
  • Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin
    • de Segunda a Sexta
    • Das 08:30 às 18:30
    • Rua da Biblioteca, 21, Cidade Universitária, Butantã
    • São Paulo - SP
    • CEP: 05365-010
    • obs: Abertura e Vernissage 17/01/2019, das 18 às 20h