Semana USP de Ciência e Tecnologia reúne cerca de 10 mil em sua segunda edição

A USP promoveu, entre os dias 23 e 28 de outubro, a II Semana USP de Ciência e Tecnologia, com o tema “A matemática está em tudo”. Com quase 90 atividades gratuitas espalhadas por diversos campi da universidade, incluindo os do interior, foram promovidas ao longo de seis dias oficinas, rodas de conversa, palestras, visitas monitoradas, exposições e outras atividades interativas, aproximando o público da ciência e tecnologia.

O objetivo do evento foi divulgar a produção científica e tecnológica desenvolvida pela USP ao mesmo tempo que estimular a curiosidade e motivar a população a discutir os impactos que essas temáticas podem gerar na sociedade, através da interatividade, linguagem acessível e o auxílio de especialistas. Coordenado pelas Pró-Reitorias de Cultura e Extensão Universitária e de Pesquisa da USP, reuniu 10 mil pessoas, entre professores e alunos do Ensino Médio e outros visitantes.

No decorrer da semana, as atividades que mais chamaram atenção dos alunos foram justamente aquelas que misturavam conceitos teóricos com interatividade. O espaço ocupado pelo grupo responsável pelo Hardware Livre USP, por exemplo, reunia diversos estudantes interessados nos videogames e na impressora 3D. A Exposição de Computação Musical e a Matemateca, ambas do Instituto de Matemática e Estatística (IME), também estiveram sempre cheias de alunos curiosos para tocar guitarra, fazer remixes e conhecer experimentos como as Placas de Chladni, o Elipsógrafo e o Jogo da Velha 3D.

Inclusive, de acordo com Fábio Gorodscy, aluno do IME e monitor da Exposição de Computação Musical, ainda que os jovens tenham contato com informações tais como o que é uma vogal ou uma nota e a diferença entre elas, o que eles mais gostam é de ficar livre para tocar os instrumentos ali disponíveis e entender o conceito na prática.

No mesmo sentido, Wilson, professor da E.E. Antonio Alves Cruz, afirma que as atividades interativas que envolvem música e games ajudam a despertar o interesse dos alunos pela matemática. “Dá para ver o interesse dos alunos que muitas vezes são apáticos na escola e aqui estão participando, se interessando, sobretudo pela matemática, uma matéria que é difícil de lecionar e de despertar a atenção dos estudantes”, completa.

A II Semana de Ciência e Tecnologia da USP  faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, iniciativa do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações.  As atividades oferecidas pela USP na capital também integraram a programação da Semana Municipal de Ciência e Tecnologia, que envolveu outras instituições do município.

Por Comunicação Institucional - PRCEU

Semana USP de Ciência e Tecnologia reúne cerca de 10 mil em sua segunda edição