Filosofia e acontecimento urbano são discutidos pela perspectiva do pensamento francês

Linhas de devir: filosofia e acontecimento urbano
com Igor Guatelli
3, 10, 17 e 24 de outubro
segundas, 17 às 19h

O Centro Universitário Maria Antonia promove, a partir do dia 3 de outubro, o curso Linhas do devir: filosofia e acontecimento urbano, com Igor Guatelli. O curso se volta para a prática do pensamento francês do final do século XX em torno do acontecimento urbano, analisando os conceitos de “heterotopia” e “vigilância” de  Michel Foucault, “rizoma” e “territorialização e desterritorialização”, trabalhados por Gilles Deleuze e Felix Guattari e “espaçamento”, “rastro” e “ergon e parergon”, por Jacques Derrida, capazes de estimular experiências projetuais relacionadas aos processos de intervenção na metrópole.

As inscrições devem ser feitas até o dia 30 de setembro, presencialmente. O investimento é de R$ 200, com bolsa de 20% para professores e estudantes e de 40% para aposentados e terceira idade.

3 de outubro
O pensamento francês do final do século XX – bases conceituais

10 de outubro
Michel Foucault, modos de existência e os micropoderes

17 de outubro
Gilles Deleuze e a geofilosofia rizomática.

24 de outubro
Jacques Derrida, as inscrições labirínticas em torno do estranho

Igor Guatelli é professor da FAU-Mackenzie, pós-graduado pela USP e pelo Laboratório de Pesquisa em Arquitetura Urbana e Filosofia da ENSA Paris – La Villette, onde é pesquisador associado. Autor do livro Arquitetura dos entre-lugares – sobre a importância do trabalho conceitual (Senac, 2012).

Por Centro Universitário Maria Antonia

Filosofia e acontecimento urbano são discutidos pela perspectiva do pensamento francês