Eventos

Ciclo de Palestras promovido pela
Universidade Aberta à Terceira Idade

 

Dando continuidade ao Ciclo de Palestras promovido pela Universidade Aberta à Terceira Idade em parceria com a Unibes Cultural, informamos sobre o workshop “O papel do Idoso na Literatura Infantil”, ministrado pelo Prof. José Nicolau Gregorin Filho, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

Essa atividade pretende discutir as representações do idoso nesse tipo de texto em relação às mudanças ocorridas na vida em sociedade, por meio da leitura de textos da literatura infantil/juvenil. Outro ponto a ser debatido é a grande contribuição do indivíduo da terceira idade como transmissor de cultura e mediador de textos literários.

O workshop acontecerá em duas datas:

– Amanhã, 12/09 às 20:00 na Unibes Cultural, Rua Oscar Freire, 2500 – Sumaré, São Paulo – SP, Tel: (11) 3065-4333

– Sexta-feira, 15/09 às 14:00 ao lado da Coordenação do Programa Universidade Aberta à Terceira Idade, Rua do Anfiteatro, 181, favo 17, Colmeia, Cid. Universitária, Butantã, São Paulo – SP

USP homenageia a MULHER no seu Dia Internacional

Horário: 07:30 às 11 horas

Local: Travessa C, portão 19 do CEPEUSP (antigo NURI)

 7:30h – Inscrições

– 8:00h – Abertura: Profa Ana Cristina Limongi – Pró-Reitora Adjunta de Cultura e Extensão Universitária; Prof. Emílio Antonio Miranda – Diretor do Centro de Práticas Esportivas da USP; Dr Egidio Dorea –  Coordenador Universidade Aberta à Terceira Idade USP.

8:15h– Dinâmica Motivacional: Professora Carolina Magalhães – Centro de Práticas Esportivas da USP

8:30h – A mulher no mercado de trabalho e a qualidade de vida: Professora Dra. Ana Cristina Limongi –  Pró-Reitora Adjunta de Cultura e Extensão Universitária

 9:00h – Conversa com o especialista: O que vc gostaria de saber sobre reposição hormonal?: Professor Dr. Paulo Margarido – Hospital Universitário

 9:45h – Intervalo

10:00h – O papel econômico da mulher em uma sociedade. Como se programar?: Professor Dr Rodrigo de Losso da Silveira Bueno – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP

10:45h– Encerramento: homenagem a Profa. Ecléa Bosi

Contato: Joana Cristina Borsato Rossi – Enfermeira do Trabalho
Serviço de Engenharia, Segurança e Medicina do Trabalho – SESMT
(11) 3091-9315

 

Comunidade e Universidade
Música em projeto especial

Dia : 26 de novembro de 2016, às 11h |
Local: 
Circo Escola Bom Jesus |Rua Aquianés, 13, Vila Butantã, São Paulo, SP
A  Orquestra Sinfônica da USP – OSUSP realiza evento gratuito composto especialmente para jovens na comunidade do Jardim São Remo, localizada em área vizinha ao campus da universidade no Butantã.
A iniciativa é resultado de uma parceria da OSUSP com o Programa Aproxima-Ação do Núcleo dos Direitos da USP, ambos coordenados pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária.

Sob a regência de Willian Coelho, a orquestra exibe o programa “Um Grão de Folia”, um musical infantil que apresenta o mundo da música para as crianças.

——————————————————

USP Diversidade promove reflexões sobre minorias através do cinema 

Semana Cine Diversidade reunirá Audiovisual e Direitos Humanos

Dia: 21 a 25 de novembro de 2016 | Local: Auditório Freitas Nobre (CJE/ECA)

Do dia 21 a 25 de novembro de 2016, o Programa USP Diversidade, em parceria com o Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA-USP (CJE), realizará uma semana de apresentação de filmes sobre temáticas que versam sobre a vivência de minorias, entre os quais haverá produções dos próprios alunos do curso.

Em ocasião do mês da Consciência Negra, as três primeiras reproduções tratarão do racismo na sociedade brasileira. Além disso, também estarão na linha de discussão: machismo, questões de gênero, homofobia e a questão indígena.

Programação:

1° dia – 17h – 18h50

“Quanto vale ou é por quilo?” (1h50min)

É um filme brasileiro de 2005, do gênero drama, dirigido por Sérgio Bianchi. O filme faz uma analogia entre o antigo comércio de escravos e a atual exploração da miséria pelo marketing social, que formam uma solidariedade de fachada.

2° dia – 16h30 – 19h

“5 vezes Luana” (24 min)

Produzido por alunos de Jornalismo da USP (Ana Carolina Marques, Gabriela Stocco, Hélène Baras, Inma Benedito, Larissa Teixeira e Laura Jotace), o documentário conta a história da rapper Luana, mulher negra da periferia.

“Terceirizadas” (34 min)

Produzido por alunos de Jornalismo da USP (Arthur Aleixo, Hailton Biri e João Paulo Freire), O documentário é uma investigação sobre como a terceirização tem aumentado na Universidade e quais são os efeitos para a classe trabalhadora.

Neste dia haverá debate após os filmes.

3° dia – 17h – 18h30

“A negação do Brasil”

O documentário, de 2001 e com direção de Joel Zito Araújo, é uma viagem na história da telenovela no Brasil e particularmente uma análise do papel nelas atribuído aos atores negros, que sempre representam personagens mais estereotipados e negativos. Baseado em suas memórias e em fortes evidências de pesquisas, o diretor aponta as influências das telenovelas nos processos de identidade étnica dos afro-brasileiros e faz um manifesto pela incorporação positiva do negro nas imagens televisivas do país.

4° dia – 17h – 18h50

“500 Almas”

O documentário, de 2004 e com direção de Joel Pizzini, discute o delicado processo de reconstrução da memória e da identidade dos índios Guató, tribo nômade dada como extinta. Em um recenseamento realizado pelo Império no século 19, a tribo do Pantanal somava 500 pessoas. Hoje, o número permanece mais ou menos o mesmo, mas muitos deles estão aculturados, vivendo na periferia das cidades pantaneiras.

5° dia – 16h30 – 19h

“Além da Norma” (25 min)

Documentário realizado por uma aluna de Jornalismo da USP (Larissa Teixeira) que aborda a questão dos não-binários, discutindo os estereótipos de gênero.

“Vos declaro” (25 min)

Produzido por alunos de Jornalismo da USP (Ana Elisa Pinho, Anna Carolina Papp, Giovanna Rossin, Mariana Payno Gomes, Mayara Teixeira, Rafael Nascimento de Carvalho), o documentário aborda a união homoafetiva no Brasil.

Também neste dia haverá debate após os filmes.

————————————————————————————

USP Diversidade e Projeto SOS Mulher apresentam
em novembro filme sobre gênero e etnia

 

Dia 24.11.2015 (terça-feira), 16h00 | Local: ECA/USP                                               Av. Prof. Lúcio  Martins Rodrigues, 443, Cidade Universitária              Sala da Congregação da ECA-USP, 1º andar – Prédio Central.

a triz 2

No próximo dia 24 o programa USP Diversidade (Núcleo dos Direitos da USP) apresenta o projeto Cinema com Direitos e Diversidade.

O projeto tem por objetivo apresentar filmes que abordam as questões dos direitos humanos acompanhado de debates com cientistas e pesquisadores.

Neste mês de novembro, excepcionalmente, em decorrência do Projeto SOS Mulher, o Cinema com Direito e Diversidade será realizado conjuntamente com a Superintendência de Assistência Social da USP (SAS), que promoverá evento para denunciar a violência contra a mulher.

O filme do mês é Preciosa: uma história de esperança, de Lee Daniels, que conta a trajetória de Claireece “Preciosa” Jones (interpretada pela atriz Gabourey Sidibe), uma adolescente negra que é abusada pela mãe; violentada pelo pai, tendo dele dois filhos, sendo um com síndrome de Down; é obesa mórbida; soropositiva e analfabeta funcional.

O evento tem como objetivo trazer as temáticas da mulher; da mulher negra; da violência por gênero e do racismo.
Para debater o filme as convidadas são a assistente social do SAS, Rosangela Lucheta Dearo e a professora da Universidade Estadual de Londrina (UEL) Rosane Borges.

O Cinema com Direitos e Diversidade acontecerá no dia 24 de novembro, às 15 horas, na Sala da Congregação da ECA-USP, localizado no primeiro andar do Prédio Central da ECA.
Não há necessidade de inscrição prévia.

Imagens: 

a atriz

A atriz Gabourey Sidibe interpreta
Claireece “Preciosa” Jones.

————————————————————————————-

USP Diversidade apresenta filme com temática da transgeneridade e realiza mesa de debate

Dia 29/10/15, 16h00 | Local: ECA/USP – Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443, Butantã, São Paulo, SP – Auditório Freitas Nobre do Departamento de Jornalismo e Editoração da ECA-USP.

12063730_898074246909026_5900661598482889689_n

O USP Diversidade, programa do Núcleo dos Direitos da USP, traz no mês de outubro a temática da transgeneridade no cinema.
Para abordar o assunto o filme escolhido é Orlando, a mulher imortal, adaptação do romance homônimo de Virginia Woolf, dirigido por Salle Potter.

Após o filme haverá debate com a militante transgênero Mia Kristiina Dorfman-Hämäläinen.  

 

O Núcleo dos Direitos da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da Universidade de São Paulo tem como objetivo estimular e apoiar ações da comunidade universitária que, na interface entre as ações de cultura e extensão, ensino e pesquisa, concorram para um engajamento sempre maior da USP na construção cultural, científica, técnica e política de uma sociedade justa, livre e democrática.