Menu

Adotado por casal gay, menino de 11 anos escreve redação sobre ser ‘a criança mais feliz do mundo’

16 de maio de 2018 - Desigualdade de Gênero, Gênero, Notícia
Adotado por casal gay, menino de 11 anos escreve redação sobre ser ‘a criança mais feliz do mundo’

Uma bela história de adoção está ganhando repercussão nas redes sociais nesta semana. A professora de português de uma escola de Ferraz de Vasconcelos, interior de São Paulo, pediu aos alunos uma redação sobre como seria a vida do menino mais feliz do mundo. O pequeno João Vítor, de 11 anos, não hesitou: escreveu sobre como era feliz após ser adotado por dois pais, depois de viver por um ano e meio em um orfanato. 

A redação da criança é encantadora. Desde o dia 4 de março, o texto teve mais de 39 mil curtidas e 10,5 mil compartilhamentos no Facebook. Ao longo dos parágrafos, João Vítor, adotado pelo casal Fernando Luiz e Marcelo Pereira, conta que morava com o pai biológico. “Um dia ele morreu e ninguém me quis, daí fui para um orfanato.”

O tempo passou, escreve a criança, até ele conhecer “dois pais homens que gostaram de mim, eles me adotaram e a partir desse dia eu fiquei muito feliz”. 

Os pais, Marcelo e Fernando se emocionaram muito com a redação do filho. Ao mostrarem para outros membros da família, muitos choraram. 

Leia a noticia completa.