Engenharia Elétrica (ênfase em automação e controle) – São Paulo

Descrição do Curso

A engenharia de controle estuda os sistemas de controle automático, sendo interdisciplinar por natureza, já que tem aplicações nas mais diversas áreas da engenharia e da ciência, tais como sistemas elétricos, mecânicos, eletromecânicos, químicos, econômicos, financeiros, biológicos, etc. Ela utiliza conceitos e ferramentas de ciências básicas como a matemática e a física, além das próprias ciências da engenharia. Os sistemas de controle estão presentes em quase tudo que faz parte da vida moderna, desde simples eletrodomésticos até sofisticados aviões e robôs. Um exemplo corriqueiro é o piloto automático de automóveis.
A engenharia de automação está intrinsecamente ligada com a engenharia de controle por utilizar sistemas de controle e tecnologia da informação como seus elementos essenciais. Ela visa tanto reduzir a necessidade do trabalho humano em processos produtivos e serviços – acarretando ganhos de qualidade e produtividade – quanto realizar tarefas em ambientes perigosos ou nocivos ao ser humano.

Infraestrutura

O curso dispõe de laboratórios didáticos de controle e de automação, além de modernos recursos de informática. A realização de estudos no exterior, tanto na forma de duplo diploma quanto de aproveitamento de créditos, é comum entre os alunos do curso. Esses têm acesso tanto às bibliotecas da Escola Politécnica, quanto às demais bibliotecas da USP. Os alunos realizam estágios tanto na Escola Politécnica, quanto em empresas ou instituições nas áreas industrial, de pesquisa, de consultoria, financeira, etc.

Inserção Profissional

O engenheiro de controle e automação pode atuar em várias áreas. Na área industrial, podem-se tomar como exemplos as complexas linhas de produção de automóveis, baseadas no uso de robôs manipuladores, e às modernas plataformas oceânicas de exploração de petróleo, com inúmeros processos automatizados; na área de serviços, um exemplo expressivo é o da automação bancária; na área médica, o uso de recursos automáticos de auxílio ao diagnóstico e em procedimentos médicos tem-se tornado cada vez mais sofisticado.

Onde estudar?

  • POLI - Escola Politécnica
    integral 188 vagas bacharelado
    Os alunos ingressarão no curso de Engenharia Elétrica e cursarão um ciclo comum da estrutura curricular até o final do 3º ano, no qual farão a opção por uma das habilitações, com base nas notas obtidas nas disciplinas obrigatórias, constantes dessa estrutura, a contar do ano de ingresso do aluno - duração: 10 semestres *vagas para ingressar em Engenharia Elétrica