Engenharia Elétrica (ênfase em eletrônica e sistemas) – São Paulo

Descrição do Curso

O curso procura harmonizar a formação de nosso estudante com as necessidades que ele deverá enfrentar no futuro. Um aluno formado nessa ênfase terá uma formação generalista, possibilitando que ele possa praticar a convergência de tecnologias, comum no presente mercado da eletrônica, ou transitar entre as diversas subespecialidades da Engenharia Elétrica.
O curso enfatiza o conhecimento básico nas diversas especialidades da Engenharia Elétrica, fornecendo ao aluno uma formação teórica forte que lhe permitirá manter-se atualizado durante toda a sua carreira. Os alunos do curso já começam a ter um relacionamento entre a teoria e a prática, através de laboratórios e disciplinas de projeto eletrônico.
O aluno da ênfase é estimulado a se envolver com as atividades de pesquisa desenvolvidas pelo corpo docente do curso em várias áreas de atuação, como microeletrônica, nanotecnologia, computação de alto desempenho, TV digital, multimídia, processamento de sinais e imagens, etc.

Infraestrutura

O Curso conta com salas dedicadas a disciplinas experimentais, salas de ferramentas computacionais, salas para caracterização de componentes eletrônicos, ópticos ou de micro-ondas e salas limpas para a fabricação de circuitos integrados e dispositivos discretos.
Os alunos também têm acesso à infraestrutura dos três grandes laboratórios de pesquisa do Departamento: o Laboratório de Processamento de Sinais (LPS), o Laboratório de Microeletrônica (LME) e o Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI).

Inserção Profissional

Dada a abrangência da formação dada ao aluno do curso, ele pode se desenvolver profissionalmente em qualquer área da Engenharia Elétrica, desde a execução de sistemas eletrônicos simples até a coordenação, assessoria ou consultoria de grandes projetos em Eletrônica. O próprio corpo docente mantém projetos com grandes indústrias onde o aluno poderia vir a se inserir profissionalmente, entre elas: LG Electronics, Motorola, Nec, Procomp, Petrobrás, Vale, Ericsson, etc.

Onde estudar?

  • POLI - Escola Politécnica
    integral 188 vagas bacharelado
    Os alunos ingressarão no curso de Engenharia Elétrica e cursarão um ciclo comum da estrutura curricular até o final do 3º ano, no qual farão a opção por uma das habilitações, com base nas notas obtidas nas disciplinas obrigatórias, constantes dessa estrutura, a contar do ano de ingresso do aluno - duração: 10 semestres *vagas para ingressar em Engenharia Elétrica