Matemática Aplicada a Negócios – Ribeirão Preto

Descrição do curso

O curso de Bacharelado em Matemática Aplicada a Negócios foi criado em 2004 e visa à formação de profissionais que tenham domínio e sejam capazes de desenvolver ferramentas matemáticas adequadas à modelagem de problemas aplicados às áreas de Economia, Administração e Contabilidade. O egresso desse curso deverá ter sólida formação de conteúdos de Matemática, incluindo Probabilidade e Estatística, formação básica nos fundamentos das áreas de humanas (Economia, Administração e Contabilidade) e familiaridade com o uso de técnicas computacionais para modelagem e resolução de problemas nas áreas de aplicação. O curso procura estabelecer ligações entre as diversas áreas, de forma articulada e integrada, mostrando como os fenômenos econômicos podem ser investigados teórica e empiricamente com instrumentos e conceitos matemáticos e estatísticos. Esse curso requer do aluno aptidão para ciências exatas combinada com interesse por processos econômicos, administrativos e contábeis e suas problemáticas, inerentes às empresas e instituições, públicas ou privadas.

Infraestrutura do curso

Para o seu desenvolvimento, o curso conta com a infraestrutura de duas Unidades: FFCLRP e FEARP. O Departamento de Computação e Matemática da FFCLRP é responsável pelas disciplinas de conteúdo de ciências exatas e disponibiliza laboratórios especializados para o desenvolvimento dessas disciplinas, de projetos acadêmicos, bem como a realização de estágios. Os Departamentos da FEARP contribuem com as disciplinas da área de humanas que compõem a grade curricular. O campus da USP de Ribeirão Preto oferece uma biblioteca central que possui um vasto acervo de livros e periódicos de circulação internacional nas áreas do curso. Os alunos também têm a oportunidade de participar de atividades científicas, seminários, excursões didáticas e intercâmbio internacional.

Inserção profissional

O curso capacita os egressos nas seguintes linhas de atuação: mercados financeiros: bancos comerciais e de investimentos, bolsas de valores, de mercadorias e de futuros, fundos de crédito e de poupança, seguradoras; planejamento regional e políticas fiscais: órgãos públicos municipais, estaduais e federais – Secretarias de Planejamento, Comércio, Fazenda, Energia, Transporte, Educação, Turismo, Cultura, etc.; comércio internacional: exportação, importação; auditoria e consultoria; universidades: graduação e pós-graduação.

Onde estudar?