Cinusp apresenta mostra Todo poder aos sovietes

No centenário da Revolução de Outubro, o CINUSP traz ao público a mostra TODO PODER AOS SOVIETES! com filmes e debates que exploram a temática da Revolução e do estado operário soviético em seus primeiros anos de existência. Esse período de grande inovação estética é considerado a “época de ouro” do cinema soviético e é encerrado com a ascensão do stalinismo e a imposição do realismo socialista como estética oficial. 
A Revolução Russa de 1905 e os levantes que marcaram o período são retomados em O encouraçado Potemkin, de Sergei Eisenstein. O filme é considerado um dos mais importantes da história do cinema. A primeira fase da Revolução Russa de 1917, conhecida como Revolução de Fevereiro, é tema de A queda da dinastia Romanov, da diretora Esfir Shub, primeiro grande documentário de arquivo da história do cinema. No dia 7 de novembro, às 19h, haverá exibição do filme, seguida de debate com Neide Jallageas, professora da USP e especialista em arte e cinema russos.

A Revolução de Outubro, na qual os bolcheviques tomaram o poder, é tema dos aclamados Outubro, de Sergei Eisenstein, e O fim de São Petersburgo, de Vsevolod Pudovkin. O húngaro Vermelhos e brancos, de Miklós Jancsó, retrata o período seguinte, da Guerra Civil Russa (1918 a 1921). O raro A tragédia otimista, de Samson Samsonov, aborda o tema da guerra a partir da participação dos marinheiros, liderados por uma comissária bolchevique. Já em A sexta parte do mundo, Dziga Vertov faz um retrato da URSS cinco anos após o término da guerra, mostrando sua extensão continental e sua diversidade cultural e econômica.A comuna (Paris, 1871), de Peter Watkins, encena os eventos da Comuna de Paris, considerada a primeira experiência de um governo proletário e mencionada por Lenin como modelo para o estado operário soviético. O argentino Eles se atreveram procura detalhar os aspectos políticos e históricos da Revolução, sem se abster de discutir as causas da posterior degeneração stalinista do estado operário.
O CINUSP traduziu e legendou para esta mostra dois médias-metragens russos inéditos no Brasil. Documentos de outubro traz um rico material de arquivo sobre o período entre fevereiro e novembro de 1917 e será exibido no dia 9 às 19h, seguido de debate com Edison Urbano, membro do comitê editorial das Edições Iskra.Tempos que sempre estarão conosco retrata a vida de Alexandra Kollontai, líder bolchevique e uma das principais organizadoras do movimento de mulheres trabalhadoras na Revolução. Diana Assunção, historiadora e fundadora do grupo de mulheres Pão e Rosas, estará presente para debate após a exibição do filme no dia 16 às 19h.

A mostra conta também com a exibição de As aventuras extraordinárias de Mr. West no país dos bolcheviques, de Lev Kuleshov, figura central do cinema soviético, e Reds, de Warren Beatty, que traz uma biografia do jornalista norte-americano John Reed e sua cobertura jornalística da Revolução, que resultou no livro Dez dias que abalaram o mundo.O CINUSP convida o público a assistir a esses filmes e resgatar um momento histórico ímpar em que uma sociedade igualitária não era apenas uma possibilidade distante. A programação completa e as sinopses dos filmes podem ser acessadas neste documento e no site do CINUSP

Programação:

06/11 | segunda
16h00   O ENCOURAÇADO POTEMKIN
19h00   O FIM DE SÃO PETERSBURGO

07/11 | terça
16h00   OUTUBRO
19h00   A QUEDA DA DINASTIA ROMANOV + DEBATE COM NEIDE JALLAGEAS

08/11 | quarta
16h00   VERMELHOS E BRANCOS
19h00   A SEXTA PARTE DO MUNDO

09/11 | quinta
16h00   ELES SE ATREVERAM
19h00  DOCUMENTOS DE OUTUBRO + DEBATE COM EDISON URBANO

10/11 | sexta
16h00   As AVENTURAS EXTRAORDINÁRIAS DE MR. WEST NO PAÍS DOS BOLCHEVIQUES
19h00  A TRAGÉDIA OTIMISTA

13/11 | segunda
16h00   A SEXTA PARTE DO MUNDO
19h00   REDS

14/11 | terça
16h00   A COMUNA (PARIS, 1871)

16/11 | quinta
16h00   A TRAGÉDIA OTIMISTA
19h00  TEMPOS QUE SEMPRE ESTARÃO CONOSCO + DEBATE COM DIANA ASSUNÇÃO

17/11 | sexta
16h00   O FIM DE SÃO PETERSBURGO
19h00  ELES SE ATREVERAM

Por Comunicação Institucional - PRCEU

Mostra: Todo poder aos sovietes