CINUSP relembra o intenso ano de 1968 em sua nova mostra

Entre os dias 29 de outubro e 02 de dezembro o CINUSP exibirá a mostra 1968: como está não vai ficar com filmes que trazem as turbulências e agitações do ano de 1968, bem como os reflexos provocados por esses movimentos que abalaram o mundo.

Os movimentos de 1968 – tanto os políticos como os cinematográficos – são marcados por ideias anti-imperialistas e progressistas, agindo direta e radicalmente na luta pelos direitos dos trabalhadores, das minorias e da democracia, e fazem parte de uma atmosfera internacional, em grande parte interconectada, de contestações políticas, sociais e culturais.

Pensando em refletir sobre o tema, o CINUSP selecionou 23 filmes que trazem diversos pontos de vista sobre um dos anos mais marcantes do século XX.  Além das sessões na sala da Cidade Universitária, a mostra contará com sessões no Centro Universitário Maria Antônia, palco de um dos maiores eventos de 1968 no Brasil.

Confira a programação completa abaixo ou no site:

/programação
Cidade Universitária

29/10 | segunda
16h00  Parque da punição + Now + Panteras negras
19h00  Dias de fogo

30/10 | terça
16h00  A insustentável leveza do ser
19h00  Zabriskie point

31/10 | quarta
16h00  Tudo vai bem
19h00  A batalha da maria antônia + CRUSP: a vida toda

01/11 | quinta
16h00  Morrer aos trinta anos
19h00  Longe do vietnã

02/11 | sexta
feriado

05/11 | segunda
16h00  Orelha + Oratório de praga
19h00  A classe operária vai ao paraíso

06/11 | terça
16h00  O leão de sete cabeças
19h00  1968: a greve de contagem

07/11 | quarta
16h00  Grupo Medvedkine
19h00  Parque da punição + Now + Panteras negras

08/11 | quinta
16h00  Amanhecer vermelho
19h00 68 + DEBATE

09/11 | sexta
A hora dos fornos
exibido em 3 partes nos seguintes horários: 16h00 parte 1 • 17h30 parte 2 • 19h25 parte 3

12/11 | segunda
16h00  O fundo do ar é vermelho
19h00  Amanhecer vermelho

13/11 | terça
16h00  68
19h00  No intenso do agora

14/11 | quarta
16h00  1968: a greve de contagem
19h00  Orelha + Oratório de praga

21/11 | quarta
16h00  Longe do vietnã
19h00  Sessão especial: consciência negra

22/11 | quinta
16h00  Tudo vai bem
19h00  A insustentável leveza do ser

23/11 | sexta
16h00 A batalha da maria antônia + crusp: a vida toda
19h00 Tell me lies

26/11 | segunda
16h00  Zabriskie point
19h00  O leão de sete cabeças

27/11 | terça
16h00  Parque da punição + now + panteras negras
19h00  Sessão especial: beyond fordlândia

28/11 | quarta
16h00  A classe operária vai ao paraíso
19h00  Morrer aos trinta anos

29/11 | quinta
16h00  Tell me lies
19h00  Grupo Medvedkine

30/11 | sexta
16h00  Dias de fogo
19h00  O fundo do ar é vermelho

/programação
Maria Antônia

03/11 | sábado
18h00  Dias de fogo
20h00  Amanhecer vermelho

04/11 | domingo
18h00  Tudo vai bem

10/11 | sábado
18h00  A batalha da maria antônia + CRUSP: a vida toda
20h00  Zabriskie point

11/11 | domingo
18h00  A insustentável leveza do ser

17/11 | sábado
18h00  A hora dos fornos
exibido em 3 partes nos seguintes horários: 18h00 parte 1 • 19h30 parte 2 • 21h25 parte 3

18/11 | domingo
18h00  Orelha + Oratório de praga

24/11 | sábado
18h00  O leão de sete cabeças
20h00  Grupo Medvedkine

25/11 | domingo
18h00  O fundo do ar é vermelho

01/12 | sábado
18h00  1968: a greve de contagem
20h00  Tell me lies

02/12 | domingo
18h00  Morrer aos trinta anos

Endereços

Cinusp – Cidade Universitária
Rua do Anfiteatro, 181, favo 4, Cidade Universitária, Butantã.

Cinusp – Maria Antonia
Rua Maria Antonia, 294, Consolação.

Por CINUSP Paulo Emílio

1968: como está não vai ficar

Notícias relacionadas