• A+
  • A-
Fechar
Simpósio | USP Políticas Públicas para o Combate à Fome

Simpósio | USP Políticas Públicas para o Combate à Fome

Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária - 04/05/2021

ATUALIZAÇÃO 12/05/2021: Assista aqui à gravação do evento na íntegra.

=============================================================

05/05/2021

USP promove encontro buscando soluções de longo prazo e não assistencialistas para uma das mais graves consequências da pandemia de covid-19 

A Universidade de São Paulo (USP) promove, no dia 12 de maio, quarta, das 9h às 12h, o simpósio Políticas Públicas para o Combate à Fome. O encontro é gratuito, online e aberto a todos os interessados, com emissão de atestado para os previamente inscritos que registrarem sua participação durante a transmissão. 

Uma das várias consequências sociais da pandemia de covid-19, a fome volta a impactar o Brasil com força. Estima-se que o problema já atinja pelo menos 19 milhões de pessoas e que 55% dos domicílios têm algum aspecto de insegurança alimentar. Com a crescente migração de pessoas da classe C para as classes D e E, o cenário tende a se agravar ainda mais. Por isso, ações assistenciais são emergenciais e imediatas, mas é necessário também que se estabeleçam políticas públicas efetivas para atacar o problema e impedir seu crescimento. 

O evento, que é realizado pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) com apoio do Instituto de Estudos Avançados (IEA), reúne pesquisadores atuantes no assunto para troca de experiências e apresentação de projetos que podem contribuir para ações efetivas e duradouras. A proposta é que todos os participantes possam conhecer diversas iniciativas em curso nas áreas da Saúde Pública, Agricultura Sustentável, Engenharia de Alimentos, do Ambiente e nas Ciências Sociais e assim promover um debate público sobre as graves consequências da desnutrição e da fome.

A iniciativa vem ao encontro da responsabilidade da USP na busca por melhorias da qualidade de vida, da saúde e alimentação saudável para toda a população e se une à Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e aos Objetivos do  Desenvolvimento Sustentável (ODS), particularmente ao Objetivo 2: Fome – Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável”. ⬇ assista

Confira:

Ver programação

Expositores

Fazer inscrição

Assistir à transmissão do evento

Programação

9h | Abertura Oficial ⬇ assista

Apresentação cultural: Coralusp

Vahan Agopyan – Reitor
Antonio Carlos Hernandes – Vice-reitor
Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado – Pró-Reitora de Cultura e Extensão Universitária
Edmund Chada Baracat – Pró-Reitor de Graduação
Carlos Gilberto Carlotti Júnior – Pró-Reitor de Pós-Graduação
Sylvio Roberto Accioly Canuto – Pró-Reitor de Pesquisa
Guilherme Ary Plonski – Diretor do IEA
Margarida Maria Krohling Kunsch – Pró-Reitora Adjunta de Cultura e Extensão Universitária e coordenadora do simpósio

9h30 | Painel 1:  Produtividade agrícola, segurança alimentar, desnutrição e políticas públicas de inclusão social ⬇ assista

Maria Elisa de Paula Eduardo Garavello
Tereza Campello
Maria Sylvia Macchione Saes
Mediador e debatedor: Eduardo Cesar Leão Marques

11h15 | Painel 2: O grito da fome: alternativas para políticas públicas para uma alimentação sustentável  ⬇ assista

Maria Gasalla
Thais Mauad
Reinaldo Pacheco da Costa
Mediadora: Elisabete Maria Macedo Viegas

13h | Encerramento

Produtividade agrícola, segurança alimecntar, desnutrição e políticas públicas de inclusão social

Maria Elisa De Paula Eduardo Garavello

Maria Elisa de Paula Eduardo Garavello

Professora Sênior da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ) da USP. Seus estudos têm como foco as comunidades tradicionais ou locais como quilombolas, ribeirinhos, assentados e sociedades indígenas, com ênfase na segurança e soberania alimentar, sustentabilidade e autonomia; políticas públicas e desenvolvimento e segurança hídrica. ⬆ início ⬇ assista

Tereza Campello

Tereza Campello

Economista e professora visitante da Faculdade de Saude Publica (FSP) da USP. É, também, a primeira titular da Cátedra Josué de Castro sobre Sistemas Alimentares Saudáveis e Sustentáveis da FSP. Possui ampla experiência com programas de combate à fome e à pobreza, tendo sido Ministra do Desenvolvimento Social por seis anos entre 2011 e 2016. ⬆ início ⬇ assista

Maria Sylvia Macchione Saes

Maria Sylvia Macchione Saes

Professora Titular da Faculdade de Economia e Administração (FEA) da USP. Coordenadora do Núcleo de Pesquisa da USP – CORS – Center for Organization Studies. Coordena o projeto de pesquisa “Cadeias produtivas com base na biodiversidade para geração de emprego e renda nos estados do Amazonas e São Paulo” e integra o projeto “Identidade contemporânea do alimento industrializado e dilemas de crescimento de cadeias de valor: o caso dos alimentos orgânicos”. ⬆ início ⬇ assista

Mediador e debatedor

Eduardo Cesar Leao Marques

Eduardo Cesar Leão Marques

Professor Titular do Departamento de Ciências Políticas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. Diretor do Centro de Estudos da Metrópole (CEM-Cepid/Fapesp), onde também coordena o projeto “Governança em grandes metrópoles em perspectiva comparativa”.

⬆ início⬇ assista

O grito da fome: alternativas para políticas públicas para uma alimentação sustentável

Maria Gasalla

Maria Gasalla

Professora no Instituto Oceanográfico (IO) da USP e colaboradora do Instituto de Estudos Avançados (IEA). Tem experiência na área de Ciências Pesqueiras e Oceanografia, com ênfase em Sistemas Sócio-Ecológicos, atuando principalmente nos seguintes temas: Recursos Pesqueiros; Dimensão Humana da Pesca; Economia Pesqueira; Mudanças Climáticas; Comunidades Costeiras; Indicadores Quantitativos; Modelagem de Ecossistemas e Estoques Pesqueiros; Dinâmica de Populações; Oceanografia Pesqueira; Biodiversidade; e Governança dos Oceanos. Atualmente, é membro do grupo de especialistas em pesca da IUCN (Comissão de Manejo de Ecossistemas) e em diversas forças-tarefas ligadas à ONU, participando em iniciativas internacionais e locais. ⬆ início ⬇ assista

Reinaldo Pacheco Da Costa

Reinaldo Pacheco da Costa

Professor do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica (EP) da USP. Coordenador do Programa Incubadora USP de Cooperativas Populares (ITCP) da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP. ⬆ início ⬇ assista

Thais Mauad

Thais Mauad

Professora Associada no Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina (FM) da USP. Coordenadora do Grupo de Estudos em Agricultura Urbana do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP que estuda impactos gerados pela agricultura urbana e periurbana, além de promover parcerias e a disseminação do conceito de agricultura urbana. ⬆ início ⬇ assista

Mediadora e debatedora

Elisabete Maria Macedo Viegas

Elisabete Maria Macedo Viegas

Diretora da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA) da USP. Tem experiência na área de Aquicultura e Recursos Pesqueiros, com ênfase em Piscicultura, atuando nos temas de nutrição e alimentação de peixes de água doce, processamento pós-despesca, conservação de pescado, aproveitamento de resíduos do processamento e métodos de abate/insensibilização em peixes de água doce e marinhos.

Inscrições encerradas. Agradecemos a participação!

⬆ início ⬇ assista 

Transmissão ao vivo ⬆ início


⬆ início

⬆ início

Promoção e realização
Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária

Apoio
Instituto de Estudos Avançados

Simpósio | USP Políticas Públicas para o Combate à Fome
        
    Existem 14 Comentários
            
              
    1. Luciana comini do Rosário disse:

      Muito bom

    2. Daniela Medeiros da Silva disse:

      Ótimo evento!! Parabéns!!!

    3. Tiago Henrique da Silva disse:

      Parabéns pela excelente organização

    4. Cleonice Cardoso Gonzales disse:

      Parabéns à PRO-CEU pela iniciativa, excelente programação com os ilustres participantes.

    5. Cláudio Mattiuzzi disse:

      Parabéns pelo simpósio. Importantes sugestões de políticas para serem implementadas tanto pelo poder público quanto pela sociedade civil. Parabéns e obrigado.

    6. Ariel Regina da Silva Soares disse:

      Parabéns pela apresentação! Adorei os temas tratados, aguardo mais simpósios assim!

    7. CARLOS ANTONIO DA SILVA disse:

      O aumento do desemprego em 2017 de 12 milhões não é o resultado da Insegurança Alimentar?

    8. Aniele Magata Pinheiro disse:

      Evento maravilhoso. Uma discussão relevante acerca da situação que toda população está passando.

    9. Erica Gomes Pereira disse:

      Excelente que a Universidade de São Paulo se envolva num assunto tão importante para os dias atuais de nosso país.

    10. Giuliana Cadorin disse:

      É urgente estudar e promover políticas de segurança alimentar. Apostar na manutenção da agro e sociobiodiversidade e cadeias curtas é a chave.

    11. Esmerindo Bernardes disse:

      A fome é sempre um produto de ataques à democracia e de desmontes de políticas públicas. É dever desta Universidade combater os agentes que estão promovendo tais ataques e desmontes.

    12. Silvianne Alice Lima Évora disse:

      Parabéns pela linda iniciativa que vai nos levar à realização desse majestoso simpósio de políticas públicas para o combate à fome no Brasil.
      Esse jeito de enxergar a realidade da massa com o intuito de devolver aos outros estratégias para a sustentabilidade e o avanço da vida como um todo, que posteriormente restabelecerá o equilíbrio da natureza e a igualdade entre nós, não só alegre o coração daqueles que recebem essas ajudas, mas também daqueles que oferecem ela em prole de um bem maior, por que a gratidão não está somente no coração e no rosto daqueles que recebem, ela também se manifesta através da alma daqueles que oferecem ajuda aos que precisam, pois o que seria da vida se não pudêssemos oferecer o melhor de nós em circunstâncias como estas que estamos passando no momento aos menos favorecidos, sabendo que sem a existência desses o que adiantaria saber o que sabemos, seria um completo campo vazio no meio de tanta teoria, a prática é a magia que faz tudo ganhar sentido.
      Por essa razão vos parabenizo por esse lindo gesto.
      Espero ver mais destes durante minha estadia por aqui.

    13. Manoel Lucimar dos Santos disse:

      Em tempo de Pandemia.,todos devemos se unir!!!

    14. Marcelo Nolasco disse:

      Meus parabéns à PRCEU pela excelente iniciativa. Ótima programação com a Dra Tereza Campello e demais ilustres participantes.

    15.     
               
    Atenção! Não escreva dúvidas ou perguntas. Utilize o canal específico Fale Conosco.