• A+
  • A-
Fechar
Historiador francês traça saga dos intelectuais pós 68

Historiador francês traça saga dos intelectuais pós 68

Comunicação - PRCEU - 07/11/2023

Na quinta, 16 de novembro, às 17 horas, o Centro MariAntonia promove a conferência “Os intelectuais post-68”, com o historiador e epistemólogo francês François Dosse. O evento é aberto a todos, sem necessidade de inscrição prévia, e tem entrada gratuita.

O autor está no Brasil para lançar o segundo volume de A saga dos intelectuais franceses 1944-1989: O futuro em migalhas (1968-1989) da editora Estação Liberdade.

Quem é François Dosse

Nascido em 1950 em Paris, é historiador e epistemólogo, especializado em história intelectual. Estudou
história e sociologia na Universidade de Vincennes-Paris VIII, tendo desenvolvido seu doutorado na área de teoria da história e historiografia, com foco na Escola das Annales. Passado o concurso da agrégation, foi professor de filosofia nos liceus de Pontoise e Boulogne-Billancourt. Foi maître de conférences no Instituto de Formação de Mestres (IUFM) de Versailles e no de Nanterre. Professor emérito das universidades, leciona história contemporânea na Universidade Paris XII e, desde 1998, é pesquisador associado do Instituto de História do Tempo Presente (IHTP-Paris VIII).

Como pesquisador, Dosse se dedica principalmente aos estudos na área de história intelectual, com ênfase em historiografia e estruturalismo. Destaca-se em sua obra a produção de uma série de biografias de grandes filósofos e historiadores franceses, como Paul Ricœur, Michel de Certeau, Gilles Deleuze e Félix Guattari. Sua Histoire du structuralisme em dois volumes (1991e 1992) marcou época. Também é um dos fundadores da revista EspacesTemps. A saga dos intelectuais franceses 1944-1989 rendeu-lhe em 2019 o Prêmio Eugène-Colas, concedido pela Academia Francesa.

Serviço

Conferência “Os intelectuais post-68”, com François Dosse

Quando | 16 de novembro às 17 horas
Onde | Centro MariAntonia da USP
Rua Maria Antônia, 294 – Vila Buarque, São Paulo, SP (próximo às estações Higienópolis e Santa Cecília do metrô)
Quanto | Grátis

Historiador francês traça saga dos intelectuais pós 68
Não há Comentários :(
Atenção!!! Não escreva dúvidas ou perguntas. Utilize o canal específico Fale Conosco.