• A+
  • A-
Fechar

Imersão sobre o processo criativo do Théâtre du Soleil no Teatro da USP

Teatro da Universidade de São Paulo - 16/01/2020

Com a participação de Juliana Carneiro Cunha, TUSP recebe Théâtre du Soleil em atividades gratuitas que debatem processo de criação do grupo a partir da próxima segunda

De 20 a 24 de janeiro de 2020, o Teatro da USP (TUSP) recebe a edição brasileira do AURORA Abre Alas, uma imersiva programação sobre os processos de criação da companhia francesa Théâtre du Soleil.

Organizado pelo Polo de Pesquisa Teatral AURORA, o evento é composto por uma oficina, uma mostra de filmes e uma série de seminários, totalmente gratuitos. A abertura do evento conta com a participação de Juliana Carneiro da Cunha. A premiada bailarina e atriz brasileira – que estrelou, dentre outros, Lavoura Arcaica – é integrante desde 1990 do Théâtre du Soleil. As inscrições para a oficina estão encerradas, mas para os outros eventos a distribuição das senhas é realizada uma hora antes da sessão.

AURORA é uma organização com membros de diferentes nacionalidades reunidos com a finalidade de conduzir estudos sobre o Théâtre du Soleil fora do território francês. O projeto surgiu em 2019, por iniciativa dos pesquisadores e artistas brasileiros Julia Carrera e Marcello Amalfi, a partir da admiração nutrida pela companhia francesa.

Ao longo dos últimos vinte anos, ambos desenvolveram uma intensa pesquisa artística e acadêmica, culminando na parceria efetiva entre Marcello e Jean-Jacques Lemêtre, entre Julia e Juliana Carneiro da Cunha, e, mais recentemente, também com Ariane Mnouchkine, diretora da companhia.

Desde sua fundação, o projeto se ampara em três eixos de atuação – laboratório e pesquisa; história e documentação; e transmissão – e o AURORA Abre Alas oferece atividades nessas três vertentes: uma oficina prática, exibição de filmes legendados da companhia e seminários apresentados por pesquisadores e colaboradores do projeto. Confira no link a programação detalhada do AURORA Abre Alas.

O evento conta com a parceria do TUSP e do Centro Universitário Maria Antonia na realização de todas as atividades, que são gratuitas e abertas ao grande público. Depois de São Paulo,  o núcleo realiza edições internacionais do Abre Alas na França, nos dias 07 e 08 de fevereiro (Sorbonne Nouvelle – Paris 3), e em Portugal, entre 17 e 21 de fevereiro (Museu Nacional do Teatro e da Dança – Lisboa). 

OFICINA Um Mergulho no Soleil
20 a 24 de fevereiro, 09-13h (Inscrições Encerradas)

O grupo vai vivenciar um processo de criação seguindo os princípios e a filosofia de Ariane Mnouchkine, diretora do Théâtre du Soleil. O trupo é conhecida por seu trabalho coletivo não-hierarquizado onde os membros se engajam em todas as funções (técnicas, artísticas, produção, e etc) e a música em cena é premissa do processo criativo.

A proposta da oficina é desenvolver um trabalho utilizando cenas de Mephisto (1974), de Ariane Mnouchkine como dispositivo para a criação de uma cena artística íntegra, que reflita uma pesquisa estética inspirada no Soleil.

CINE SOLEIL
20 a 24 de janeiro, 14-18h30 (Distribuição de senhas 1h antes do início do evento)

Em caráter de cineclube para estudo, serão exibidos trechos de alguns dos filmes do Théâtre du Soleil que já ganharam legendas em português, seguidos de bate-papo conduzido por Julia Carrera e Marcello Amalfi. 

Segunda, 20/1“1789 – La révolution doit s’arrêter à laperfectiondubonheur”/ 1974 – 194min | “Au Soleil Mème La Nuit”/ 1996 – 189min

Terça, 21/1 | “Molière”/ 1978 – 244min

Quarta, 22/1 | “Tambours sur la digue”/2002 – 137min | “Un Soleil à Kaboul… ou plutôt deux”/ 2007 – 75min

Quinta, 23/1| “Un Cercle de Connaisseurs”/ 2008 – 62min | “L’Aventure du Théâtre du Soleil”/ 2009 – 78min

Sexta, 24/1“Les Naufragés du Fol Spoir”/ 2013 – 360min

SEMINÁRIOS
20 a 24 de janeiro, 19h (Distribuição de senhas 1h do início do evento)
Série de cinco comunicações (40min + debate) apresentadas por Julia Carrera, Marcello Amalfi e convidados, com cinco temas interligados e complementares.

Segunda, 20/1 | O Brasil no Soleil e o Soleil no Brasil: artistas brasileiros no Théâtre du Soleil e companhias brasileiras inspiradas na trupe francesa | Julia Carrera | Convidada: Juliana Carneiro da Cunha (Théâtre du Soleil)

Terça, 21/1 | A pedagogia de Jean-Jacques Lemêtre no Brasil: processos pedagógicos como sedimentação de uma metodologia e compartilhamento de saberes | Marcello Amalfi | Convidado: Prof. Dr. Fabio Cintra (USP)

Quarta, 22/1 | A filmografia como pilar estrutural para o estudo da obra e permanência do Soleil para além dos limites geográficos e temporais | Julia Carrera | Convidado: Ronaldo da Gama (Rede Record) 

Quinta, 23/1 Macro Harmonia da Música do Teatro: o primeiro livro escrito originalmente em português sobre o Théâtre du Soleil e as traduções para o português da bibliografia sobre a trupe | Marcello Amalfi | Convidado: Sérgio Sálvia Coelho (Editora Riocorrente)

Sexta, 24/1O projeto do espetáculo As Comadres, de Ariane Mnouchkine, no Brasil, de 2017 a 2019 | Julia Carrera | Convidada: Prof. Dr. Ana Achcar (UNIRIO)

Serviço

AURORA Abre Alas – São Paulo, Brasil
Théâtre du Soleil no TUSP

Onde |  Teatro da USP  e Centro Universitário Maria Antonia
Rua Maria Antônia, 294 – Vila Buarque – São Paulo, SP (próximo às estações Higienópolis e Santa Cecília do metrô)
Período | De 20 a 24 de janeiro de 2020
Classificação | Livre
Quanto | Grátis

Imersão sobre o processo criativo do Théâtre du Soleil no Teatro da USP
    
Não há Comentários :(
 
Atenção! Não escreva dúvidas ou perguntas. Utilize o canal específico Fale Conosco.