Mulheres e a Cidade no Século XIX

O Engenho dos Erasmos, órgão de cultura da USP promove no próximo dia 10 de março, sábado, às 15h, debate sobre a transformação dos espaços das mulheres dentro das cidades e suas modificações ao longo do século XIX.

A convidada será Joana Monteleone, jornalista e historiadora, que mostrará como, ao longo do século XIX, as mulheres passaram gradativamente a ocupar mais espaços nas cidades.

Se no começo do século XIX era mal visto pela sociedade uma mulher sair à rua (a não ser que fosse à Igreja e, ainda assim, acompanhada) com o passar do tempo as mulheres começaram a ocupar espaços antes restritos aos homens como cafés, lojas e teatros. O desenvolvimento do capitalismo colocou a mulher no lugar de consumidora, tanto de mercadorias dispostas e vendidas nas novas Lojas de Departamento como de espaços de lazer. Ao mesmo tempo, a mulheres passam a trabalhar em fábricas, lojas, consultórios ou escritórios além frequentar cursos de formação superiores tornando-se advogadas, médicas, enfermeiras e professoras.

As vagas para o evento são gratuitas e limitadas, com inscrições no site do Engenho dos Erasmos, (clicar em “Agenda”).

Por Comunicação Institucional - PRCEU

Mulheres e a Cidade no Século XIX