USP revela talentos de seu corpo funcional em novo festival artístico

+Arte +Cultura premiou docentes e funcionários em evento com apresentações de música, dança e abertura de exposição

Por Gustavo Drullis e Teresa Espallargas | Fotos: Elcio Silva
15/12/17 às 19h25

Na noite do dia 14 de dezembro, aconteceu a Festa de Premiação da primeira edição do Festival +Arte+Cultura. Realizado pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, o concurso artístico, voltado para docentes e funcionários técnico-administrativos da Universidade, premiou talentos nas áreas de Música, Dança, Artes Plásticas e Texto.

O concurso teve mais de 130 inscritos, número que surpreendeu o idealizador do projeto, o Pró-Reitor de Cultura e Extensão Universitária Marcelo Roméro, e os vencedores das quatro categorias foram premiados com R$ 4 mil.

Durante o evento, que inaugurou o Espaço Multiuso do novo prédio do Centro Universitário Maria Antonia da USP (CEUMA), oito finalistas das categorias de Música e Dança se apresentaram ao público. A Festa também marcou a inauguração da exposição +Arte+Cultura, com sete trabalhos finalistas da de Artes Plásticas.

Entre os concorrentes da noite, estavam docentes e funcionários de diversos institutos da USP. Guilherme Andrade Marson, professor do Instituto de Química (IQ-USP), foi um dos vencedores da área de Artes Plásticas, com a coleção de esculturas em madeira Inservíveis, produzidas a partir de entulho. Para a composição das obras, Marson conta que utilizou conceitos relacionados à sua profissão. Atual diretor do Museu de Ciências da USP, o químico viu no concurso uma oportunidade de tirar suas esculturas do âmbito privado e levá-las ao público.

Para a jurada Sumaya Mattar, da categoria de Artes Plásticas, o +Arte+Cultura é importante para mostrar o que funcionários e docentes da Universidade estão produzindo. Assim como Mattar, a finalista em Dança, Ellen Pereira, funcionária da Escola de Comunicação e Artes (ECA-USP), diz que o festival “é uma oportunidade para conhecer melhor o corpo de servidores, é uma integração entre a própria USP”.

Entre os classificados da área de Texto, dois deles já tinham participado do Programa Nascente, concurso artístico destinado aos alunos da Universidade de São Paulo. Fábio Gomes Durand, produtor audiovisual da Escola Politécnica (EP-USP) foi premiado no Nascente em 1997, quando era estudante de Cinema e Vídeo e agora ficou entre os finalistas do +Arte+Cultura. Já Rogério de Almeida, que hoje é docente da Faculdade de Educação, venceu agora a categoria no +Arte+Cultura, com o conto A descoberta da inexistência de Sócrates.

Todos trabalhos finalistas podem ser consultados no site do Festival +Arte +Cultura: prceu.usp.br/artecultura/.

Confira os vencedores…

Artes PlásticasInservíveis (vista; estrutura secundária e lança-te), escultura, de Guilherme Andrade Marson (Instituto de Química) | Imagens da Etiópia (fotografia), de Sylvia Caiuby Novaes (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas)

Música | Não Deixe o Samba Morrer (interpretação vocal), de Gisele Tomaz do Carmo (Reitoria da USP)

TextoDe volta (poema: Um par de lições do lápis), poesia, de Ricardo da Cunha Lima (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas) | A descoberta da inexistência de Sócrates (conto), de Rogério de Almeida (Faculdade de Educação)

Dança | Tango La Cumparsita, Mara Elisa Ferreira Oliva (Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto)

…e as fotos do evento:

Por Comunicação Institucional - PRCEU

Festival +Arte +Cultura